01 março 2015

Do Irão com amor...primeiras impressões

Sim...isto é uma montra de uma loja de roupa do Irão. Noutro país qualquer seria banal, sendo no Irão os preconceitos elevam esta montra a um patamar superior...



Atravessámos umas das fronteiras mais movimentadas do Irão/Turquia. Foi tudo muito tranquilo e de uma hospitalidade excecional.

   Como exemplo do que digo conto-vos que a todos que estavam a entrar a pé (e que não eram muitos) revistaram as malas, nós como sendo "turistas" e do país de Cristiano Ronaldo nenhum guarda quis inspecionar os nossos pertences, cortesia..."Welcome to Iran" e um grande sorriso, foi a nossa receção a este "perigoso país"...  poderíamos passar uma bomba à vontade que ninguém daria por nada.

  O que nos deu mais trabalho, digamos assim, foi o facto de a minha esposa ter de colocar o lenço na cabeça e eu tirar os calções com que vinha da Turquia e vestir umas calças, sim no Irão os homens não podem andar com a perninha ao léu...e custou-me tanto...
Decidimos trocar também algum dinheiro no banco da fronteira, o que mais tarde confirmámos ser um erro dado o preço pago pelo dinheiro ser mais elevado que noutros locais. Troque só o essencial para chegar à cidade de Tabriz por exemplo.


Fronteira Turquia-Irão

Á saída do edifício fronteiriço apanhamos um táxi, tudo normal para os nossos padrões, não negociamos aconselhados pelo nosso guia, que afirma que ao contrário dos árabes em que o regateio está incutido na sua cultura, o Iraniano (que não é Árabe na sua génese mas sim Persa) não tem como hábito negociar. Menos mal, negociar preços por tudo e por nada torna-se cansativo.
  Aí vamos nós, direcção: Maku, porquê Maku ? Porque é a primeira cidade do Irão em que há alojamento segundo o nosso precioso guia www.lonelyplanet.com. São cerca de 20 km da fronteira até à pequena e relativamente interessante Maku.

 Rua de Maku, cidade "embutida" no meio de uma espécie de Canyon.


Confiando no nosso livro/guia ficamos alojados no Hotel Alvand mesmo no centro da cidade.
O seu dono fala algum inglês, quarto asseado, casas de banho...sem sanitas mas limpas. Pelo preço achamos bem e ficamos. São cerca de 8 euros a noite o quarto...


Entrada do nosso hotel na primeira noite no Irão.

Nosso quarto Hotel Alvand-Maku


Faz-se tarde, damos uma volta pela cidade, tudo tranquilo alguns olhares mas nada de especial afinal esta é uma cidade fronteiriça e o mais normal do mundo é haver pessoas não locais, claro que turistas ou ocidentais...zero. O que para nós é bom.

Vamos jantar, a cerca de 20 metros do hotel avistamos um pequeno...local onde vemos alguns jovens a comer uma espécie de sandes, perfeito, bora lá, ninguém fala inglês, não há nada escrito que nós percebamos, confiamos no atendimento, ainda bem.
 Uma gloriosa sandes de falaffel (bolas de grão fritas com especiarias, alface, tomate e...salsa) tudo acompanhado de uma muito doce Sprite Iraniana... 2 sandes enormes, 2 bebidas de lata , 2 euros... Estamos confiantes no resto da viagem, tudo correu bem, relaxamos, a célebre hospitalidade Iraniana começa a dar os primeiros sinais, vamos descansar, o Irão está à nossa espera...


Botequim da nossa primeira refeição no Irão
Maku:

Onde dormir: Hotel Alvand   +98 462 322 3491 Imam Street, junto à praça principal.

Um comentário:

  1. Adorei o teu blog!
    Se puderes visita o meu blog e se gostares segue :)
    Beijinhos

    http://thesecretlifeofana.blogspot.pt/

    ResponderExcluir